Arquivo da Categoria: Teatro

“Auto de Inês Pereira” de Gil Vicente

inespereiraTítulo: Auto de Inês Pereira

Autor: Gil Vicente

Edição: Agrupamento de Escolas de Rio de Mouro

Coleção: Clássicos da Literatura

1.ª edição: novembro de 2013
«A seguinte farsa de folgar foi representada ao muito alto e mui poderoso rei D. João, o terceiro do nome em Portugal, no seu Convento de Tomar, era do Senhor de MDXXIII. O seu argumento é que porquanto duvidavam certos homens de bom saber se o Autor fazia de si mesmo estas obras, ou se furtava de outros autores, lhe deram este tema sobre que fizesse: segundo um exemplo comum que dizem: mais quero asno que me leve que cavalo que me derrube. E sobre este motivo se fez esta farsa.»

“Frei Luís de Sousa” de Almeida Garrett

Título: Frei Luís de Sousa

Autor: Almeida Garrett

Edição: Luso Livros

Formatos: epub e pdf

«Drama em três actos, ao estilo da tragédia clássica, conta-nos uma história sobre o peso do destino que se abate sobre Manuel de Sousa Coutinho, D. Madalena de Vilhena e a filha de ambos, uma família nobre do final do século XVI, num trágico desenrolar de eventos em que a fatalidade e os fantasmas do passado são elementos fatais para a felicidade conjugal e para a própria vida dos elementos da família.»

“Falar a Verdade a Mentir” de Almeida Garrett

Título: Falar a Verdade a Mentir

Autor: Almeida Garrett

Edição: Luso Livros

Formatos: epub e pdf

«Peça que conta a história de Duarte Guedes, um mentiroso compulsivo, e do seu noivado com Amália. O obstáculo ao casamento é o vício incorrigível que Duarte tem de mentir, uma vez que o futuro sogro só lhe dará a mão da filha na condição de não apanhar o futuro genro em qualquer mentira, durante um dia.»

“Antes de Começar” de Almada Negreiros

TítuloAntes de Começar

Autor: Almada Negreiros

Edição: Luso Livros

Formatos: epub e pdf
«Antes de Começar conta-nos a conversa entre duas marionetas que, ao descobrirem que se podem “mexer como as pessoas”, se vão a pouco e pouco descobrindo também a si próprios, momentos antes de começar o espectáculo que fazem parte.
Curta peça de teatro publicada em 1919 e vencedora desse ano do Prémio Francês para o melhor texto infantil. Antes de Começar é uma “viagem ao universo de Almada Negreiros” que possui uma grande magia e uma enorme carga poética, e onde se valoriza a beleza da recompensa da entrega à amizade e ao amor.»

Peças de Teatro de Camilo Castelo Branco

TítuloPeças de Teatro 

Autor: Camilo Castelo Branco

Edição: Luso Livros

Formatos: epub e pdf

«Aqui dispomos todas as peças de teatro que Camilo Castelo Branco escreveu em vida – 15 no total – que vão desde a hilariantes comédias ou tocantes dramas, passando por musicais e enredos envoltos em mistério.»